Menu

JUNHO

A Cereja do Fundão está em destaque no menu de Junho do Kanazawa, desenvolvido pelo chef Paulo Morais, marcando presença em três dos nove momentos que o compõem. Para começar, o sakizuke (amuse bouche) é uma sopa fria de Cereja do Fundão, espargos verdes e Cereja do Fundão grelhados e sardinha fumada. O yakimono, que nos menus kaiseki representa o prato grelhado, é um enxareu curado em koji, grelhado, cogumelos pleurotus marinados em limão, pickles de Cereja do Fundão e ovo de codorniz. Por sua vez, o dezato, que significa sobremesa, é composto por Cereja do Fundão fresca, meloa prensada, gel de Cereja do Fundão, sponge cake de Cereja do Fundão, sorvete de licor midori e meloa e doce de feijão azuki. Ler mais

MAIO

Em Maio, o mar está em destaque na carta do Kanazawa. Além do sushi e do sashimi, elaborados sempre com peixes e mariscos frescos da nossa costa, podemos encontrar pratos como chazuke de robalo com massa de machá, figado de tamboril, legumes e chá torrado; nuta de atum, algas wakame, rabanete e molho sumiso; ou tempura de camarão da costa, espinafre e molho de gemas e vinagre de arroz. Ler mais

MARÇO

O regresso da Primavera é o mote do menu de Março do Kanazawa. As primeiras flores estão em destaque em alguns dos pratos do chef Paulo Morais, como é o caso da sobremesa, composta por gelatina de amêndoa com pétalas da própria amendoeira, gelado de ameixa, crocante de tapioca e morangos prensados em saké. Por sua vez, o Hassun, prato que melhor reflecte a estação do ano, de acordo com os princípios dos menus kaiseki, é constituído por uma gyosa de rabo de boi, favas, sushi prensado de polvo, terrina de peixe e camarão, kinuta (rábano, barriga de atum, folha de capuchinha e molho de miso), enguia grelhada, citrinos e as lindíssimas folhas violetas de borragem (planta herbácea mediterrânica, naIva do Sul da Europa e do Oeste asiático). Ler mais

FEVEREIRO

Novilho Wagyu de Gunma é a estrela do menu de Fevereiro do Kanazawa. O chef Paulo Morais decidiu que o Shiizakana deste mês teria como elemento central aquela que é considerada uma das melhores carnes do mundo. Além deste produto, nesta carta encontramos vários produtos de época, como o pomelo ou as azedas. Como é habitual nos menus kaiseki, o primeiro momento é o Sakizuke (amuse-bouche), que este mês é composto por tofu e miso caseiros, sapateira e ovas de trufa. Segue-se o Mokuzuke, sashimi, que é sempre consRtuído por sete ou oito peixes frescos, e o Suimono, que em Fevereiro é um consommé com dumplings de arroz gelatinoso com codorniz e foie gras. O Hassun, que é o momento que melhor tem de reflecRr a estação do ano e a criatividade do chef, é o prato que se segue, mesmo antes do Shiizakana. De seguida, vem o Sunomono, que este mês é uma torta de camarão com okara (miolo de feijão) e pomelo, e o Agemono, composto por tempura de lula dos Açores. O Sushi e o Misoshiro (sopa de miso) são os últimos momentos, mesmo antes da sobremesa, composta por uma pavlova com matcha (chá verde em pó) e gelado de azedas. Ler mais

JANEIRO

DEZEMBRO

O Kanazawa apresenta até ao final do mês um menu, desenvolvido pelo chef Paulo Morais, alusivo à época natalícia. O Hassun de Dezembro, que de acordo com os princípios nipónicos dos menus kaiseki é o prato que melhor tem de reflectir a época e a criatividade do chef, é um bonsai, como reinvenção de uma árvore de Natal. Representando os enfeites de Natal, este bonsai é composto por uma cornucópia de sapateira, sushi de salmão fumado, chip de raiz de lótus, terrina de lula e algas, bao de bivalves e uma gelatina de vinho do porto e especiarias recheada com foie gras. Ler mais